Lenda da Besta-Fera

besta-fera

Conta a lenda da Besta-Fera, que o demônio pra poder se locomover mais rápido aqui no plano terreno trocou seu corpo de bípede por um quadrúpede, podendo desta maneira se locomover de cemitérios em cemitérios rapidamente, afim de colher as almas dos espíritos que vão para o limbo. Sua forma lembra um centauro da mitologia grega, mas sua fisionomia é infinitamente mais assustadora.

A Besta-Fera procura sempre caminhos rurais para se locomover, atravessa as noites escuras em velozes galopes, provocando alvoroço na cachorrada que encontra pelo caminho. Há narrativas que contam que quando alguém o encontra e vê o seu rosto, enlouquece por semanas.

A Besta-Fera percorre todo o nordeste do Brasil em seu eterno destino de colhedor de almas penadas de cemitérios.